Instalação de novos registros vai promover melhorias no abastecimento de água na cidade
Ação da BRK Ambiental vai garantir maior rapidez no controle de vazamentos. Trabalhos de instalação vão demandar a interrupção programada no abastecimento em regiões específicas da cidade a partir da próxima semana

  Monday, 17 December, 2018

A partir da próxima segunda-feira, dia 17, a BRK Ambiental inicia um trabalho de instalação de registros em pontos específicos da cidade. A ação vai permitir uma maior agilidade da concessionária para o controle de vazamentos e, consequentemente, trazer maior segurança hídrica para a cidade. Para isso, a BRK Ambiental dividiu a cidade em áreas – a chamada setorização – e vai instalar os equipamentos em pontos estratégicos, segundo o sistema de abastecimento de água de Uruguaiana.

Para a realização dessa operação é necessária a interrupção pontual no abastecimento em alguns bairros. O calendário de suspensão do abastecimento será divulgado semanalmente e poderá ser consultado no site da concessionária (brkambiental.com.br/uruguiana).Cada bairro será avisado previamente sobre as paralisações. As melhorias fazem parte do Programa de Redução e Controle de Perdas de Água.

PROGRAME-SE:

Paralisação do Abastecimento de Água

Bairros: Hípica I e Hípica II

Horário: das 23h do dia 17/12 até 8h (manhã) do dia 18/12.

Motivo da paralisação: Instalação de registros na rede de água

Onde: Equipes trabalharão na Avenida Assis Brasil, no Hípica I.

ENTENDA O PROGRAMA DE REDUÇÃO E PERDAS DE ÁGUA

Desde 2015, a BRK Ambiental atua com o Programa de Redução e Controle a Perdas de Água. O plano de ação consiste em desenvolver melhorias operacionais, visando compatibilizar o volume de água produzido aos consumidos pela população, por meio da apuração da medição correta da água disponibilizada pela empresa e a utilizada pela população.

No escopo do trabalho, as equipes focam em combater fraudes, controlar rigorosamente o nível dos reservatórios, realizar a troca de redes antigas, renovar hidrômetros, monitorar vazão (volume de água que passa pela canalização a cada hora) e pressão 24 horas por dia.

As chamadas perdas reais de água são as associadas aos vazamentos que ocorrem nas tubulações antes de chegar ao cliente. Já as perdas aparentes de água são referem-se à falta de hidrômetros, erros de medição, às ligações clandestinas e furto de água. Todas elas causam enormes danos, sobretudo, ao meio ambiente.

“Com esses investimentos iremos atuar com mais agilidade e reduzir possíveis desperdícios antes mesmo que eles aconteçam, gerando benefícios para toda a cadeia de distribuição e impedindo que a população fique sem água”, explica Herbert Dantas, diretor da BRK Ambiental em Uruguaiana.

Comente esta notícia Magali Motta

clique aqui para imprimir