Polícia Civil realiza ação contra venda de bebidas para menores
Na primeira noite de carnaval, uma pessoa foi presa em flagrante e outra também deverá ser indiciada pelo crime

  Monday, 5 March, 2018

Equipes da Polícia Civil trabalharam durante toda a primeira noite e madrugada de desfiles do Carnaval Fora de Época, em ação ostensiva e de investigação visando coibir todo o tipo de crime, especialmente a venda de bebidas alcoólicas para menores e o tráfico de drogas. A ação foi coordenada pelo delegado Enio Tassi, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) e que responde também pela Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec), e contou com participação de policiais das seis delegacias em Uruguaiana e ainda com reforço de dois policiais do Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (Deca). Os policiais estiveram divididos em equipes ostensivas e equipes discretas, à paisana.

A ação resultou na prisão em flagrante do funcionário de um plantão 24 horas, por vender bebida alcoólica para menor. O dono do estabelecimento, localizado na esquina das ruas General Flores da Cunha e Tiradentes, não estava no local no momento do fato, mas foi posteriormente ouvido na Delegacia de Polícia e deverá ser indiciado pelo mesmo crime. O Delegado estipulou uma fiança de cinco salários mínimos, que foi paga, e o homem responderá em liberdade.

Ao longo de toda a noite, foram realizadas abordagens de pessoas que trafegavam em via pública com bebidas alcoólicas e que poderiam ser menores de idade. Vários locais da cidade foram alvo de diligencias das equipes policiais, especialmente locais que praticam venda de bebidas alcoólicas com grande trânsito de adolescentes. No entanto, não houve outras situações de delito. Tassi credita a redução nos casos de flagrante por esse tipo de crime ao trabalho realizado no Carnaval 2017, quando três empresários foram presos em flagrante pelo mesmo crime, também em ação desenvolvida pela DPCA.

Além do flagrante delito, duas pessoas foram presas em cumprimento de mandado. Uma delas foi capturada pela Polícia Civil e outra pela Brigada Militar.

Comente esta notícia Jornal Cidade

clique aqui para imprimir