Saneamento reduz proliferação de insetos e doenças na União das Vilas
Moradores já percebem benefícios da redução do esgoto a céu aberto

  Thursday, 14 December, 2017

Depois que o esgoto da rua de seu Claudiomiro Alves começou a ser coletado, o córrego de dejetos que passava na porta da casa dele secou. De imediato, a saúde da família foi beneficiada. A filha de três anos precisava ser medicada com frequência para combater vermes. “Ela estava sempre doente e a gente tinha que gastar com remédios. Agora não temos mais esse problema. É outra vida”, destaca.

Na escola Elvira Ceratti, casos de doenças de pele e diarreia eram frequentes. Laura Collazzo, diretora do ensino fundamental, conta que o saneamento impactou sensivelmente a comunidade da escola. “Antes tínhamos muitos mosquitos e os alunos apareciam com doenças de pele. Com a rede de esgoto passamos a perceber a redução desses casos”, ressalta.

A mesma percepção tem a moradora Sandra Alves que sofria com a infestação de animais e pragas vindos da valeta localizada em frente à casa dela. “Nos dias de chuva a situação era ainda pior, pois a rua ficava alagada de esgoto. O cheiro era insuportável”, afirma.

Esse cenário mostra na prática a mudança na qualidade de vida das pessoas. De acordo com o Instituto Trata Brasil,  65% das internações de crianças com menos de 10 anos em hospitais sejam provocadas por deficiência ou inexistência de esgoto e água limpa. “Presenciar relatos de pessoas que reconhecem o benefício é de uma satisfação imensa. O saneamento prepara a cidade para o desenvolvimento e ainda preserva nosso rio Uruguai”, relata Helder Dantas, diretor da BRK Ambiental em Uruguaiana.

A previsão é que a implantação das redes de esgoto seja concluída até o fim de janeiro no bairro União das Vilas. O próximo bairro a ser contemplado com o serviço será o Cidade Nova.

Comente esta notícia Magali Motta

clique aqui para imprimir