Brigada Militar prende ‘mula’ com 22 kg de drogas

  Monday, 4 December, 2017

Uma denúncia anônima levou a Brigada Militar a um homem que trazia consigo 20 quilos de maconha e dois quilos de crack. Senedir Gonçalves, de 42 anos, foi preso na Estação Rodoviária, depois de descer de um ônibus vindo de Porto Alegre, por volta de 7h.

A prisão foi efetuada pela sessão de inteligência do 1º Batalhão de Policiamento de Área de Fronteira (BPAF) e a condução do suspeito à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) teve apoio de equipes do policiamento ostensivo.

O trabalho da sessão de inteligência teve início após o recebimento de uma denúncia anônima efetuada pouco depois da partida do ônibus da capital. Com uma discrição das características físicas e vestimentas do alvo, os policiais militares iniciaram um monitoramento, ainda na Rodovia BR-290, a fim de garantir a averiguação da denúncia, já que o suspeito poderia, por exemplo, desembarcar do coletivo antes de chegarà cidade. Os dois ônibus que saíram de Porto Alegre para Uruguaiana na noite de quinta-feira foram vistoriados.

Prisão

Quando o ônibus chegou na Estação Rodoviária, uma equipe de policiais militares à paisana o aguardava. Gonçalves desceu do coletivo, pôs a mochila que carregava nas costas e se dirigiu ao bagageiro a fim de pegar a mala que trazia. Assim que a pegou, afastou-se do ônibus, momento em que foi abordado pelos policiais. Na mala, nada de roupas ou qualquer objeto pessoal. Somente os 24 tijolos de maconha que, somados chegam a exatos 20 quilos da droga. Na mochila, em meio a uma muda de roupas, os policiais encontraram dois quilos de Crack.

Investigação

Na Delegacia de Polícia, Senedir foi autuado em flagrante pelo delegado Enio Tassi, por tráfico de drogas. Nascido e morador de Uruguaiana, ele contou em depoimento que fora a Porto Alegre especificamente para trazer a droga, e que deveria desembarcar na Rodoviária de Uruguaiana e aguardar outra pessoa, que viria buscar a mala. No entanto, ninguém apareceu. Ao menos não antes da Brigada.

Tassi, que coordena a Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec), instaurou um inquérito policial para apurar a origem da droga e o envolvimento de outras pessoas. Gonçalves foi encaminhado à Penitenciária Modulada Estadual de Uruguaiana (PMEU).

Comente esta notícia Gabriela Barcellos/Jornal Cidade

clique aqui para imprimir